Criança Feliz: Arujá recebe representante do BID

Campo do Barreto terá gramado sintético
17 de fevereiro de 2020
Volta às aulas é suspensa após temporal
17 de fevereiro de 2020
Show all

Criança Feliz: Arujá recebe representante do BID

Conhecer como funciona o programa Criança Feliz, do governo federal, e checar o impacto o dele na primeira infância (0 a 3 anos). Este foi um dos motivos que trouxeram representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da Fundação Lego, do Ministério da Cidadania e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) a Arujá, nesta segunda-feira (03/02).

Esta é a quinta vez que a aplicação de sucesso do programa na cidade serve de referência para visitas supervisionadas ou pesquisas com o foco na infância. Representantes da fundação holandesa Bernard van Leer, da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fesp-SP), da Unesco e da revista inglesa especializada em direitos humanos Quartz também já estiveram na cidade.

O encontro

O encontro consistiu em duas etapas de reuniões para apresentação do programa e acompanhamento de visitas a três das 200 famílias que Arujá atende pelo Criança Feliz. 
Pela manhã, o prefeito José Luiz Monteiro recepcionou a comitiva no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Parque Rodrigo Barreto, juntamente com a secretária de Assistência Social, Maria Luzia Bortone Salles Couto, e a equipe da Pasta que atua no programa.

“É um trabalho que envolve uma responsabilidade muito grande e amor, um sentimento tão legal que quanto mais a gente divide, mais cresce. Temos uma equipe que nos dá muito orgulho e que merece os agradecimentos pelo trabalho e dedicação. Toda criança deve ser bem acolhida, bem tratada e amada”, afirmou o prefeito.

“Estamos atingindo êxito com o programa e caminhando para atender cada vez melhor, de forma mais humana, as nossas crianças, principalmente nesta primeira infância que, acredito, é a área com mais urgência para que tenhamos uma melhora significativa no País no futuro”, afirmou a secretária.

A economista especialista em desenvolvimento da infância do BID, Marta Rubio; gerente de iniciativas da Fundação Lego, Ana Maria Nieto; Audrey Oliveira, Claudia Braz Marzagão, Marcelo Alves e Simone Malandrino, da Seds; Paloma Belfort e Luciana de Freitas, do Ministério das Cidades; a coordenadora e a supervisora do programa na cidade, Andréia Passos e Emannuela Pires, respectivamente, além das visitadoras do programa e outros servidores da Assistência acompanharam a reunião.

O programa

O Criança Feliz foi implantado em 2017 em Arujá. No ano seguinte, o município foi homenageado pelo Governo Federal pelo sucesso na implantação e gerenciamento do programa.

A iniciativa é desenvolvida com gestantes, crianças de até três anos e seus familiares participantes do Bolsa Família, crianças beneficiarias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e crianças de até 6 anos afastadas da família por medidas de proteção. 

Os comentários estão fechados.

Leitor de Páginas Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support