Arujá passa a ter Delegacia de Defesa da Mulher (DDM)

Atendimento clínico, de ortopedista e pediatria passa a ser realizado exclusivamente no PAM Barreto
20 de março de 2021
Arujá discute possíveis novas regras para supermercados
23 de março de 2021
Show all

Arujá passa a ter Delegacia de Defesa da Mulher (DDM)

“Conseguimos hoje, enfim, inaugurar a Delegacia de Defesa da Mulher, um equipamento que existe no Estado de São Paulo desde 1985 e uma importante conquista para a nossa cidade. As mulheres de Arujá e de toda a região vão poder contar com esse serviço, que vai atuar não somente para a punição efetiva do agressor, mas também para o devido acolhimento às vítimas”. Essas foram as palavras do prefeito de Arujá, Luis Camargo, o Dr Camargo, durante a abertura da unidade, que passou a funcionar hoje (22) mesmo, logo após a inauguração às 16 horas.
Para o vice-prefeito Betinho, a DDM chegou para, efetivamente, ajudar as mulheres na cidade. “É uma luta antiga e ainda mais no momento que vivemos, de confinamento, infelizmente, os maridos abusadores e agressores estão ficando em casa e as mulheres torciam para que eles não chegassem tão cedo e agora estão ficando com eles dentro de casa. A DDM chega, então, para dar coragem para elas, para que possam denunciar, porque mulher merece respeito”, frisou.
A primeira-dama Clau Camargo completou que a delegacia vai facilitar o atendimento às vítimas de violência, visto que a Prefeitura trabalhou em parceria com o Estado, cedendo funcionários, estagiários, assistente social, psicólogo e GCMs. “Vai ajudar inclusive no tratamento depois, para que elas tenham um amparo com psicóloga, assistente social, porque nós, mulheres, precisamos nos unir para cada vez mais encorajá-las a denunciar e cessar esses abusos”, opinou.
O presidente do Legislativo arujaense, Gabriel dos Santos, disse que a DDM desenha um marco na história da segurança pública de Arujá. “Estamos há anos lutando para ter essa delegacia e hoje participo dessa inauguração com muita satisfação. Portanto, a Câmara Municipal de Arujá se sente contemplada nesse ato e se coloca à inteira disposição para o que for preciso”.
O secretário municipal de Segurança, Washington Luís Beolchi Adami, também comentou sobre a inauguração da unidade. “Esse antigo anseio hoje se concretiza, demonstrando a preocupação do estado de São Paulo e da Prefeitura de Arujá com os casos gravíssimos de violência contra as mulheres. A DDM monta uma rede de proteção, que vai além das medidas jurídicas contra o autor”, observou.

Policia Civil
Para José Aparecido Sanches Severo, delegado seccional de Guarulhos, que responde por Guarulhos, Arujá e Santa Isabel, a DDM inaugurada vem “encurtar a distância” para as mulheres que antes precisavam de uma ajuda especializada. “É um projeto do delegado geral e do diretor do Demacro, para facilitar o registro das ocorrências e facilitar a apuração. Vamos dar todo o apoio a elas”.
O delegado titular da Delegacia da Polícia Civil de Arujá, Marcel Druziani, complementou que a DDM tem “vida própria”, com Setor de Investigação, local adequado para oitivas, sala de acolhimento para as vítimas de violência e Cartório. “Nossa Delegacia Geral, Demacro e Seccional nos ajudaram muito. A Prefeitura de Arujá nos ajudou bastante também e conseguimos concluir essa obra em 30 dias”, estimou.
Vanessa Chagas, delegada titular da DDM de Arujá, destacou que crianças e adolescentes, de sexo feminino ou masculino, vítimas de violência, também serão atendidas na unidade. “Será feito todo o acolhimento necessário”, afirmou.
Participaram da solenidade, que foi virtual e contou com a presença remota do governador João Doria, o diretor do Demacro Luis Storni, secretários municipais como o de Assuntos Jurídicos Marcos Regueiro, deputados Roberto de Lucena, André do Prado, Xerife do Consumidor e Marco Bertaiolli, além do presidente da OAB de Arujá, Renato dos Santos Gomez, e os vereadores Cris do Barreto, Renan de Arujá, Paulinho Maiolino, Divinei, Genilson, Vinícius Pateta, Abelzinho, Samoel, Jean da Padaria, Reynaldinho e João Luiz.

Funcionamento
A DDM de Arujá fica na Praça Bartolomeu Bueno, n º 7, no Centro, no prédio ao lado da Delegacia de Polícia (DP), tendo como delegada titular Vanessa Chagas e funcionará de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Os telefones para contato são 4655-0021 e 4653-1984.

Os comentários estão fechados.

Leitor de Páginas Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support